USO DE INALADORES

QUEM DEVE USAR INALADORES? 
Toda pessoa que necessite utilizar medicamentos por via inalatória, sejam eles asmáticos ou portadores de DPOC.
 
QUAL É A DIFERENÇA ENTRE BRONQUITE, BRONQUITE CRÔNICA E BRONQUITE ASMÁTICA? 
Bronquite é um termo genérico que designa qualquer inflamação nos brônquios. Bronquite crônica é um termo que define uma doença específica caracterizada pela tosse com produção de catarro por mais de três meses ao longo do ano por pelo menos 2 anos consecutivos. Ela geralmente está acompanhada pelo enfisema pulmonar e o conjunto de bronquite crônica com enfisema é classicamente definido como Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). A DPOC é uma doença característica dos fumantes.
 
Bronquite asmática é um termo empregado pelos leigos para designar uma doença específica: a asma brônquica. A asma é uma doença inflamatória dos brônquios que possui uma base genética e alérgica, cujos desencadeantes de crises comumente conhecidos são a poeira doméstica, o ácaro domiciliar, fumaça do cigarro, mudanças climáticas, poluição ambiental ou do ambiente do trabalho, entre outros.
 
É VERDADE QUE OCORRE UM USO INCORRETO DOS INALADORES - POR EXEMPLO, AS PESSOAS NÃO INALAM DEVIDAMENTE, OU NÃO GUARDAM O INALADOR DEVIDAMENTE? 
Existem diversos dispositivos inalatórios para se administrar as medicações, cada um devendo ter uma técnica de utilização e um cuidado específico para limpeza e manutenção. Existem os aparelhos de nebulização ultrassônica, os sprays ("bombinhas") e os inaladores de pó seco. O médico deverá orientar adequadamente o doente no ato da prescrição sobre como utilizar o inalador indicado.
 
Uma, dentre várias causas da não melhora de um doente durante o tratamento pode ser a utilização incorreta do inalador.
 
QUAIS SÃO OS TIPOS DE INALADOR E DE MEDICAMENTOS QUE PODEM SER USADOS NESSES APARELHOS?
Os nebulizadores ultrassônicos são os mais conhecidos, onde o medicamento é adicionado a uma solução fisiológica e o doente inala o "vapor" que se forma. É o tipo de dispositivo menos eficaz e onde mais se desperdiça tempo e medicação durante a sua utilização. Existem medicamentos que necessitam de nebulizadores específicos para sua administração, caso contrário não surtem efeito, como nos casos dos corticóides inalatórios que não podem ser utilizados nos inaladores ultrassônicos.
 
Existem os inaladores do tipo "spray", comumente conhecidos por "bombinhas". Desde que utilizados com a técnica adequada, são mais eficazes que os nebulizadores. Com a substituição do compomente CFC, presente nas antigas bombinhas, pelo gás HFA atual, a tendência do retorno do uso dos sprays hoje em dia é grande pelo fato da medicação conseguir alcançar as regiões mais periféricas dos pulmões.

Existem também os medicamentos em pó seco, com maior facilidade de uso e capaz de gerar partículas que atingem o interior do pulmão de modo eficaz e com bons resultados terapêuticos. Os medicamentos utilizados em todos esses dispositivos geralmente são corticóides inalatórios e broncodilatadores.
 
O QUE SÃO OS INALADORES DE PÓ SECO? PARA QUE SÃO USADOS? 
Os conhecidos como inaladores de pó seco são dispositivos que permitem a inalação de partículas menores da medicação, que podem atingir regiões mais profundas da árvore respiratória. Existem de diversos tipos, cada um com uma técnica diferente de administração e muito eficazes, tanto para asma como para DPOC.
 
QUAIS SÃO OS EFEITOS COLATERAIS DA INALAÇÃO? 
Cada medicamento, seja broncodilatador ou corticóide inalado, possui diversos efeitos colaterais diferentes, sendo difícil especificar cada um deles. No entanto, geralmente os efeitos colaterais da medicação utilizada pela via inalatória são menores que os medicamentos administrados por via oral, ou endovenosa ou intramuscular. Normalmente os efeitos são mínimos e bem tolerados pela maioria dos doentes. Os broncodilatadores podem causar pequenos aumentos de freqüência cardíaca em pessoas mais sensíveis, mas geralmente não se necessita interromper o seu uso. Os corticóides inalatórios necessitam de higiene oral após a sua utilização para se evitar o acúmulo de pequenas partículas da medicação na boca ou que elas sejam deglutidas.
 
O QUE AS PESSOAS COM PROBLEMAS RESPIRATÓRIOS DEVEM FAZER PARA SE TRATAR? E QUE HÁBITOS DEVEM INCORPORAR? 
Devem procurar o médico para o diagnóstico adequado da sua situação clínica, geralmente um pneumologista, e utilizar a medicação prescrita de forma adequada. Cada medicamento possui uma função específica e nem todos os medicamentos administrados por via inalatória são iguais. Como essas doenças possuem caráter crônico, a aderência ao tratamento é fundamental para o sucesso.
 
Quanto aos hábitos, a cessação do tabagismo ativo quanto do passivo favorece tanto a melhora da asma quanto da DPOC. Ainda, para os indivíduos asmáticos deve-se promover:
  • A eliminação da poeira domiciliar: ácaros, baratas e as partículas de suas fezes;
  • Limpeza da casa quando o asmático não estiver presente;
  • Não usar espanador ou vassoura. Usar aspirador de pó e pano úmido
  • Evitar bichos de pelúcia, "trapinhos", travesseirinhos, cobertores.
  • Encapar colchões e travesseiros (existem capas específicas), expor ao sol com freqüência.
  • Lavar roupas de cama com temperatura > do que 60o C
  • Evitar deitar em poltronas e almofadas de tecido
  • Evitar carpetes e cortinas
  • Evitar animais de sangue quente (cachorro, gato, aves e roedores).
  • Evitar umidade na casa e bolor
  • Evitar perfumes, cosméticos, produtos de limpeza, inseticidas, tintas.
  • Plantas dentro de casa
  • Eliminar contato com fumaça de cigarro
Clique no link abaixo e assista ao video produzido pelo Incor sobre o uso correto dos diversos dispositivos inalatórios. Clique sobre aquele do seu interesse:
http://www.drmaurogomes.com.br/uso-correto-dos-inaladores/
 

Compartilhar:

CONTATOS

HIGIENÓPOLIS
Rua Conselheiro Brotero, 1539 - Cont. 111

Telefones: 55 (11) 3661-1740 / 3667-1017

SANTANA
Rua Dr. Zuquim, 449 - conj. 74

Telefones: 55 (11) 2973-2440 / 2283-0037

Marque sua consulta

Tira Dúvidas

Inaladores"

Tabagismo"